.
.
.
.................................
Aqui a poesia é amadora. A música e a fotografia, amadoras. Tudo dentro deste peito é amador.

.

domingo, 26 de agosto de 2012

Sem sair, entra vai e volta


"A poesia é bicho que às vezes rosna. Outras, lambe as feridas. Tem dia que late atrás das grades do portão. E tem dias até, que ela consegue sair…"















Fotografia |  Alejandro Oliveira





5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sou um bicho instintivo e violentíssimo quando se trata de defender sentimentos. Farejo, lato fundo e até rosno. Mas morder mesmo, só aqueles com quem me importo...

    ResponderExcluir
  3. Poesia entre frestas, mas nunca escondida. Poesia se manifesta.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. "(...)E tem dias até, que ela consegue sair…" E tantos outros dias consegue entrar(ainda bem).

    ResponderExcluir