.
.
.
.................................
Aqui a poesia é amadora. A música e a fotografia, amadoras. Tudo dentro deste peito é amador.

.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Terceiro dia





Ave Graças! Bendito anjo de asas degradê! Se ele não tivesse colocado a mão na frente na hora do soco eu estaria agora desfigurada... Ainda assim, tenho medo por mim e meu jeito desengonçado. Passei três dias tentando sentir raiva. Três noites engolindo o mal a seco. Deu-se que fiz força, espremi a palavra atravessada, saiu um riso. Valei-me, nasci para a distração. Quando dei por mim uma resenha de lembranças trajadas com folhas de urtiga, viraram a esquina sem olhar pra trás. E as boas, dirigiram-se à varanda, afim de acontecer de novo, papeando até a velhice delas. Tenho caçado jeito de choramingar as recordações part-idas mas as lágrimas emperram às portas dos olhos até secar. O criativo relógio na parede, contou setenta e duas horas torturando as tristezas nas mais doces palavras e até a última destas. E eu mal dou-me pelos dias que passaram, curioso isso! Meus nadas até a boca de vida. Afilado e cortês o fio que me separou de uma condição à outra. Cruzei a fronteira apenas num piscar, abrindo caminho com as mãos e um punhado de fé!

Ziris


...~...



"Perdoai. 
Mas eu preciso ser Outros.
Eu penso renovar o homem
usando borboletas."


Manoel de Barros


A imagem é de Amanda Cass 








11 comentários:

  1. Eu não disse que era só a gente remendar as asas?

    Costuramos
    Demos conta!


    Que no espetáculo da vida, a criança Zíris seja sempre a atração principal.



    E hoje em dia? Como é que se diz eu te amo?


    Assim oh: Eu te amo. Eu te amo. Eu te amo.



    "Porque na nossa escola não existem personagens
    Na nossa escola, só tem gente de verdade."


    Saudações Urbanenses.

    ResponderExcluir
  2. Não que ela tivesse coragem de menos.

    Ela tinha coragem demais!

    ResponderExcluir
  3. Valeu a pena esperar! Eu não preciso olhar para o teu rosto pra ver seu sorrisinho de quem perdeu o fio da meada. Fantástico!

    E não tenha medo por vc mesma. Distrair da dor, é um dom.

    Eu te... putz... Eu te muitas coisas moleca!

    ResponderExcluir
  4. Em nome de Deus!

    Já estou rogando pragas em latim por conta deste erro!


    Corrija aí em cima!


    Saudações Legiurbanenses.



    Colou?
    Eu sei que não. Sou péssima atriz.
    É que eu acordei no meio da noite e achei que era sonho ver esta ressureição. Mas não é não, é tudo verdade.


    Já me belisquei toda. E agora estou com o corpo todo empipocado de tanta coceira. rs



    As únicas pessoas de que devemos verdadeiramente nos libertar, somos de nós mesmos.


    Um abraço certeiro
    Da Monstra da Flecha

    ResponderExcluir
  5. Ziris, tô feliz por você ter voltado.

    Pedi para teu Pai ( aquele que faz justiça)te manter SERENA apesar dos pesares. Sabe porquê? Para você consegui enxergar a situação com mais clareza. Não vale a pena derramar lagrimas por quem não te merece.

    Tô com você meu amor. Isso tudo vai passar tá?
    beijos

    ResponderExcluir
  6. A urdidura do tecido se recompondo pelas agulhas dos ponteiros. Nem damos por isso. Um dia, acordamos sem frio, com a veste resplandecente.

    Bonito como todos celebraram a tua volta. Eu vou ficar vigiando para não sumires de novo, agora que te conheci e me és necessária.

    ResponderExcluir
  7. Tão bom vir aqui, a gente sempre sai com uma força maior!!!!!
    Um beijo, Ziris luz =*

    ResponderExcluir
  8. Ah Ziris!Que bom!Eu me arrepiei de orgulho!
    Eu também estive como você esteve,mas agora eu acordei pra vida...
    O amor é um negócio meio complicado,quando a gente não consegue segurá-lo entre os dedos ele escorre pelas nossas mãos sem se despedir deixando um enorme vácuo nas mãos e no peito :~
    Felicidade e fé

    ResponderExcluir
  9. Eu conheço o anjo de asas degradê, tinha um punhado de fé nas mãos, taquei nele e pedi que lhe sobrevoasse. tá aí voando como borboleta!!!


    Beijos menina Ziris!.

    ResponderExcluir
  10. Tô bem achando que esse anjo, em tudo que toca, vira também anjo.

    Mandei um destes pra Pipa, num momento assim de precisão. Ela gostou tanto dele, que hoje ele mora dentro dela. Mas antes saiu tocando por aí... E por aí todo mundo o conheçe como o Anjo de asas degradê. Lindo não? Como benção por um bem dispensado, ele tocou aí em ti e voltou aqui, para assinar minha alta médica...

    Gosto de ti menino Leo, porque tem alma de príncipe!

    ResponderExcluir
  11. Queria um anjo desses pra mim,mesmo se as asas não estivessem la muito boas.
    Ou então achar a fé que eu costumava ter,por acaso vc a viu por ai.

    afagos

    ResponderExcluir