.
.
.
.................................
Aqui a poesia é amadora. A música e a fotografia, amadoras. Tudo dentro deste peito é amador.

.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Caminhos em branco


E eu sem mais sentir o aroma escuro da solidão. Dei de ombros, que fique. Deu-se que ela resolveu ir, desaforada. Me presto a carregar suas malas lotadas de capim seco. Seu vestido esvoaçando melancolias. Lamento não poder esperar que ela se apequenine no horizonte balançando seu lenço bordado de mágoas. Tenho meus passos atrasados em minha direção. E ainda estou à uma estação daqui. Um caminho sem marcas no chão. Não há mais o que chorar pelas folhas caídas, secas e amareladas, nada há nisso de triste, ainda que a tristeza pense que é. Foi só um vento rezador capinando tempos envergados. O outono com suas mãos ramosas desmanchando o presente. E eu revirando os rascunhos do futuro, como um arroubo de probabilidades armando sobre mim um bote certeiro. Tudo é apenas novíssima página em branco. E eu tomando a caneta por mim. Desvirando as palavras. E eu montando de volta em mim. Alforriando as asas... Há tanto grudadas junto ao corpo. E eu economizando tudo, menos a alma...







10 comentários:

  1. Te leio e me encanto.

    Um beijo =*

    ResponderExcluir
  2. "Caminhante não caminhos, faz-se o caminho ao andar, ao andar faz-se o caminho".(Cervante)

    Estás construindo uma trilha linda!
    Nada como ler o texto de alguem que realmente tem algo a dizer.
    Tantas imagens, tantas sensações, tanta leveza...

    É como passear no vento.

    Um enorme abraço!

    ResponderExcluir
  3. Mas a criança sonho além de calma, bela e não humana, tem muitas cores, é menina açucarada...

    Deusa, portanto.

    ResponderExcluir
  4. e as folhas secas adubam o solo, outras verdes virão,
    alegre-se menina flor
    vai nascer um girassol bem alí.

    te beijo beeeeem grande!
    Adoro-te

    ResponderExcluir
  5. E hoje eu vou até me arriscar e nadar contra o poeta: digo a tí menina que a alegria não tem fim, infelicidades SIM!

    e não te esquenta sobre a sua simplicidade de escrita, é o que faz de tí a mais sofisticada dama.

    Paz e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. é um prazer recebê-la,
    ainda mais sendo amigo da menina Pipa.
    Além do que, teu espaço de palavras é encantador.

    Beijo, abraço e tudo de bom pra você.


    *

    ResponderExcluir
  7. Hola Tica,

    Então era você? Tentei saber da ave que alçava voo deslizante por cima das cabeças. Acho de um poder sobrenatural, aquele que retira as suas próprias dores de dentro, amassa e arremessa pra longe, guardando apenas o sumo do aprendizado. Isso não é pra qualquer um. E devia ser. A vida seria mais plena. Vc tem uma luz imensa. Quem te trouxe, de onde veio? Estou tonto!

    Abraço de urso

    ResponderExcluir
  8. "Tenho meus passos atrasados em minha direção..."
    Te peço, nunca economize nada de ti
    voltei para mais perto de mim
    grato

    ResponderExcluir
  9. "Tudo é apenas novíssima página em branco. E eu tomando a caneta por mim. Desvirando as palavras. E eu montando de volta em mim. Alforriando as asas... Há tanto grudadas junto ao corpo. E eu economizando tudo, menos a alma."

    Que coisa mais Linda Flor...

    Eu sinto tudo isso por aqui tb.
    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  10. nosaa , glup! nem sei o que dizer me senti um bebezinho agora to no meio de genios... parabéns pelo texto, foi minha primeira vez aqui, mas já percebi que vou vir mais...



    :::FER:::

    ResponderExcluir